Clisam inicia programação anual sobre planejamento familiar

 In CLISAM, FHGV, Hospital Getúlio Vargas, Notícias

Administrada pela Fundação Hospitalar Getúlio Vargas, a Clínica de Saúde da Mulher (Clisam) realizou a primeira reunião do ano sobre planejamento familiar. O trabalho da Clisam acontece em parceria com a Secretaria da Saúde de Sapucaia do Sul com o objetivo de oferecer cuidado multiprofissional e recursos adequados às usuárias do Sistema Único de Saúde. A Clisam é referência para atendimento às gestantes de alto risco que necessitem de avaliação especializada e também para demais questões relacionadas à saúde da mulher.

Planejamento familiar

Em relação ao planejamento familiar, a Clisam teve 82 pedidos de vasectomia e 68 de laqueaduras. Antes dos procedimentos que ocorrem no Hospital Municipal Getúlio Vargas (HMGV), as pessoas que optaram por contraceptivos cirúrgicos ou pelo Dispositivo Intrauterino (DIU) são encaminhadas para exames. Já preservativos e outras prescrições são encontrados nas unidades de saúde.

A enfermeira da Clisam Elisabete Moreira lembra que na palestra orienta-se acerca do planejamento familiar e de como funciona a ação em conjunto com a Secretaria da Saúde. Entre as informações repassadas aos participantes, as doenças sexualmente transmissíveis e a prevenção, o tempo de resguardo de cada uma das cirurgias e os procedimentos, bem como os riscos e as vantagens. “As famílias são esclarecidas e amparadas por lei para fazer o planejamento familiar e decidem a respeito de quantos filhos querem ter levando em conta problemas de saúde e até questões financeiras. É muito importante esse programa. Apresentamos ainda todos os riscos das DSTs e exibimos vídeos. Muitos solteiros vão assistir a palestra ou curiosos que acabam aderindo ao programa”, afirma Elisabete.

Opções oferecidas

As principais opções oferecidas para a população, via SUS são vasectomia, laqueadura, DIU, contraceptivos injetável ou oral e preservativos masculino e feminino. Após a reunião do planejamento familiar, as pessoas que optaram por contraceptivos cirúrgicos ou pelo DIU são encaminhadas para exames para que possam fazer os procedimentos. Já os preservativos e as demais prescrições são encontrados nas unidades de saúde.

Para fazer laqueadura ou vasectomia é necessário ter pelo menos 25 anos e/ou dois filhos vivos. No caso de casais casados, os dois devem participar da reunião de planejamento familiar e assinarem um documento de solicitação do procedimento cirúrgico. A próxima reunião da Clisam sobre planejamento familiar será dia 17 de fevereiro, às 9h, no auditório da Sede da FHGV.

Recent Posts