Reforma do Centro Obstétrico do HMGV prioriza novo modelo de atenção à gestante recomendado pela Rede Cegonha

 In Fundação, Hospital Getúlio Vargas, Notícias, UPA Sapucaia

A reforma no Centro Obstétrico do Hospital Municipal Getúlio Vargas (HMGV) programada para iniciar em 9 de setembro promoverá um novo modelo de atenção à gestante sapucaiense. Ao considerar o que preconiza a Rede Cegonha do Ministério da Saúde, o HMGV poderá oferecer às usuárias do Sistema Único de Saúde uma sala de Pré-Parto, Parto e Pós-Parto Imediato – a Sala de PPP – para oferecer maior conforto e privacidade às gestantes e aos acompanhantes, qualificando a assistência à mamãe e ao bebê. Em razão disso, a rotina do HMGV muda a partir do dia 28 de agosto e todo o atendimento de internação, urgência e emergência pediátrica sapucaiense será feito pelo Hospital São Camilo em Esteio durante a obra. Além disso, permanece a assistência pediátrica na UPA de Sapucaia do Sul.

“É um novo modelo de atenção para gestante porque vamos conseguir efetivamente concretizar todas as práticas em relação ao parto e ao nascimento. A gestante acompanhada ficará em um ambiente mais privativo, confortável enquanto está em trabalho de parto, pré-parto e pós-parto imediato conforme os preceitos da Rede Cegonha. Não teremos mais aquela sala de parto formal e com a Sala de PPP a paciente não precisa se deslocar para ter o bebê. Ela ganha onde está e ali ela permanece até a primeira hora após o parto”, esclarece a diretora de Atenção à Saúde da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas Patrícia Bienert.

A alteração na infraestrutura também vai permitir o melhor atendimento com a adequação de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo) e Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa). “A mudança ocasionada pela reforma exigiu muita cautela da Direção da Fundação e da Prefeitura de Sapucaia do Sul para que fossem assegurados todos atendimentos. A nossa preocupação foi garantir que nossas crianças não deixassem de ser assistidas. Fizemos um Termo de Cooperação Técnica com o Hospital São Camilo que nos dará retaguarda na internação, urgência e emergência pediátrica. Para isso, deslocamos um pediatra 24 horas para o Hospital São Camilo e funcionários da pediatria do HMGV para garantir esse atendimento”, detalha a diretora.


Centro Obstétrico passará a funcionar no espaço da Pediatria do HMGV.

Partos no HMGV

Por mês, ocorrem em média cem partos no HMGV que é referência para Sapucaia do Sul na assistência obstétrica. Após o dia 28 deste mês, esse atendimento funcionará onde se encontra a Unidade de Pediatria do hospital sapucaiense. Patrícia reforça que todas as gestantes que necessitem de atendimento com médico ginecologista e obstetra continuarão sendo atendidas e haverá pediatra 24 horas para acompanhar os bebês na hora do parto e no período de permanência com a mãe no Alojamento Conjunto.

Em 2014, quando o Hospital São Camilo reformou o Centro Obstétrico, o HMGV foi referência no atendimento das gestantes de Esteio. Patrícia recorda que esse tipo de parceria sempre existiu entre os hospitais que se ajudem mutuamente conforme as necessidades.

Investimento

Para a execução da reforma do Centro Obstétrico do HMGV são necessários R$ 562.432,30. Desse total, R$ 400.000,00 do governo Federal, e o restante, R$ 162.432,30 em contrapartida do Município de Sapucaia do Sul. Segundo a arquiteta da Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação da Prefeitura de Sapucaia do Sul Paula Farias Spolavori, a readequação dos espaços segue as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária com uma reforma mínima porque a edificação do HMGV, que funciona há 49 anos, não permite muitas alterações para adequação dos ambientes.

Recommended Posts