GRATO faz primeira reunião de 2018

Categorias: Fundação, H Getúlio Vargas, Notícias

O Grupo de Apoio ao Tratamento Oncológico (GRATO) do Hospital Municipal Getúlio Vargas fez sua primeira reunião de 2018 nesta terça-feira (6), no auditório da FHGV, com a participação do diretor geral da Fundação, Gilberto Barichello, e da diretora de Atenção à Saúde, Juliane Dias. O Grupo reúne equipe multiprofissional do Hospital, usuários e seus familiares para atividades dirigidas, como dinâmicas de grupo, troca de experiências e depoimentos pessoais. O objetivo é dar apoio a pacientes oncológicos, além do tratamento que lhes é prescrito pelos médicos.

Neste encontro, os principais destaques foram a palestra sobre Menopausa e Climatério, ministrada pelo Dr. Ermani Cadore (gineco-onco-obstetra), e a Oficina de Mama de Alpiste, protagonizada pela técnica em radiologia Ana Carolina Chaxim Land e pela profissional do setor de imagem do HMGV, Jucele Alves.

Menopausa e climatério

O Dr. Ermani começou explicando as definições de menopausa e climatério. A primeira caracteriza o momento que encerra definitivamente o ciclo reprodutivo de uma mulher, quando se interrompe definitivamente a menstruação. O climatério é o período de transição para o período não-reprodutivo da mulher, quando ocorrem as principais modificações corporais para que o organismo possa se adaptar a nova condição. Entre os principais sintomas estão a perda de libido e apetite sexual, o desânimo, os calorões repentinos, a insônia e alguns casos de depressão, todos causados pela diminuição do nível de hormônios.

Mamas de alpiste

São próteses mamárias externas, feitas de alpiste e meias de poliamida, que têm o objetivo de atender às necessidades de quem passou por mastectomia (remoção total da mama). Funcionam sobretudo na questão estética, devolvendo a autoestima às mulheres. Conforme foi mostrado pelas apresentadoras da Oficina, as mamas de alpiste são práticas, baratas e fáceis de fazer.

Palavra da direção

A equipe organizadora do GRATO fez questão de convidar o novo diretor geral da FHGV, Gilberto Barichello, para conhecer e participar deste primeiro encontro de 2018. Ao lado da diretora de Atenção à Saúde, Juliane Dias, Barichello se disse honrado de estar ali: “Ouvi falar muito bem de vocês, e sei que o GRATO é um diferencial dentro do Hospital”. O diretor geral chamou a atenção para a importância das características que são marca registrada do GRATO: afetividade, cuidado e carinho. “Cuidar bem das pessoas faz toda a diferença“, disse ele.

Recent Posts