Direção da FHGV recebe trabalhadores de Sapucaia do Sul

Categorias: Fundação, H Getúlio Vargas, Notícias

Após a paralisação dos trabalhadores da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas do Polo Sapucaia do Sul, realizada nesta sexta-feira, a direção da FHGV recebeu representantes da categoria na área externa da sede administrativa. Numa conversa franca e direta, com a participação do Secretário de Saúde do Município, Neio Lúcio Pereira, os diretores explicaram que existem pendências, por parte do Governo do Estado, desde outubro de 2017, somando cerca de R$ 12 milhões, o que ocasiona atrasos de salários, apesar dos esforços diários da Fundação para reverter o quadro.

Durante a conversa, os diretores Leandro Barcellos (Administração e Finanças), Alex Borba dos Santos (Gestão e Desenvolvimento de Pessoas) e Juliane Dias (Atenção à Saúde) garantiram que a prioridade de pagamento, quando os recursos chegam do Governo, sempre é para os trabalhadores, com preferência a quem recebe valores menores. Leandro enfatizou que a Fundação providenciou medidas judiciais, desde que iniciaram os atrasos, mas que o governo estadual sequer vem cumprindo as decisões dos juízes. “A exceção que tivemos foi agora, na ação de Tramandaí, quando o juiz bloqueou recursos do Estado, permitindo que pagássemos quase a totalidade do que era devido aos trabalhadores”.

Respondendo dúvidas e desmistificando versões que circulam pelos corredores das unidades, os diretores se comprometeram a manter todos os esforços para que os postos de trabalho sejam preservados e os serviços de assistência aos usuários sejam mantidos. “Neste momento, gestores e trabalhadores estão do mesmo lado, lutando a mesma luta”, finalizou Leandro.

Recent Posts