INAUGURADA PRIMEIRA UPA DE PELOTAS

 In Fundação, Notícias

A primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pelotas foi inaugurada na tarde de sábado, dia 2 de julho. A UPA Areal, tipo 1, funcionará 24 horas por dia, com capacidade para atender a cerca de 5 mil usuários por mês. A gestão será compartilhada entre a Fundação Hospitalar Getúlio Vargas e a Prefeitura. O evento teve participação de diversas autoridades ligadas à saúde na região e contou com a presença de um grande público.

Em sua fala, o diretor geral da FHGV, Juarez Verba, agradeceu a acolhida que o município vem dando à Fundação e cumprimentou os trabalhadores que passam a integrar a UPA. Segundo Verba, “esses profissionais exercerão a tarefa mais nobre de todas, que é cuidar das pessoas”.

O prefeito Eduardo Leite fez um apanhado geral da saúde no município. Disse que a UPA Areal chega para atender a toda a comunidade pelotense e salientou que “o momento é de celebração, pois não foi fácil chegar até aqui”. A secretária de Saúde do município, Arita Bergmann, emocionada, destacou que Pelotas havia se habilitado na Rede de Urgência e Emergência, mas que faltava um elo na estrutura da saúde, representado agora pela UPA. Arita destacou ainda que a FHGV conta com a plena confiança da administração municipal, e agradeceu a instituição por ter aceitado o desafio da gestão compartilhada.

ATENDIMENTO SUS 24 HORAS POR DIA

Num primeiro momento, até a Unidade ser habilitada e qualificada pelo Ministério da Saúde, o serviço da UPA será financiado exclusivamente pelo Município. Posteriormente, será custeado também com recursos da União e do Estado. Trabalharão na UPA 81 profissionais não médicos (entre assistentes administrativos, auxiliares de laboratório, auxiliares de serviços gerais, enfermeiros, farmacêutico, técnicos de radiologia e técnicos em enfermagem) e 14 médicos clínicos para atendimento adulto e infantil. A Unidade contará ainda com uma coordenadora / responsável técnica de enfermagem e uma supervisora de serviços.

CLASSIFICAÇÃO DE RISCO

O acolhimento na UPA Areal obedece ao protocolo de Manchester, que divide o atendimento ao usuário de acordo com a classificação de risco (nível de gravidade de cada caso). Cada paciente, ao chegar à Unidade, recebe uma identificação com uma cor. No protocolo de Manchester, azul significa um caso sem gravidade; verde, gravidade média; amarelo, atendimento prioritário; vermelho, atendimento imediato. A UPA atenderá casos de média complexidade (entre as rotinas das UBSs e do Pronto Socorro), como febre, pressão alterada, gripes e dores, disponibilizando serviços de raio-x, eletrocardiografia, consultas médicas e de enfermagem, laboratório de exames e leitos de observação.

 

 

 

Recent Posts